Escolha a melhor cor para decorar cada ambiente!

.

.

Uma das escolhas mais difíceis na hora de escolher o design interior da sua casa ou escritório é qual cor utilizar para cada ambiente. Não é novidade que cores diferentes possuem significados diferentes para pessoas diferentes em regiões diferentes, depende da cultura de cada um. Por outro lado, uma série de estudos ajudam a entender as reações normalmente causadas pelas principais cores. Assim, podemos ter uma boa noção de que cor usar e não usar para deixar o ambiente com o clima desejado.

Veja abaixo uma descrição dos efeitos das principais cores em uma paleta.

.

.

.

.

Branco – Nos dá a sensação de limpeza e nos remete à paz, calma e tranquilidade. É uma cor expressiva e que estimula os sentidos, mas se usada em excesso pode torna-se monótona, causar tédio e passar uma sensação de frieza e vazio. O branco pode ser usado em qualquer ambiente e tem o poder de ampliá-lo e clareá-lo; uma dica legal é quebrá-lo com quadros, móveis e objetos de decoração coloridos.

.

.

.

.

Preto – É a cor da escuridão, uma cor forte e sóbria que nos remete à solidão e depressão. Deve ser usado apenas em detalhes na composição e deve limitar-se a objetos. Se for usado exageradamente vai diminuir o ambiente, além de deixá-lo muito pesado e carregado. Por isso em áreas internas o preto só deve ser utilizado para pequenos detalhes para fazer contrastes, principalmente com o branco. Sabendo usar essa cor os ambientes ficam com muita personalidade e sofisticados.

.

.

.

.

Amarelo – É uma cor muito utilizada para dar luminosidade ao ambiente. Além de ser inspiradora também estimula as atividades mentais, o raciocínio, abre o apetite e favorece a criativiadade e o auto controle, pois age diretamente no nosso sistema nervoso central. O amarelo deve ser usado de maneira equilibrada, principalmente em seu tom mais forte, por isso em quartos é melhor optar por tons mais claros. Em excesso provoca muita conversa, pensamentos acelerados e agitação.

.

.

.

.

Vermelho – É uma cor extremamente estimulante e que tem ação poderosa sobre o estado de ânimo, por ser enérgica e vibrante pode acabar provocando o nervosismo e a excitação; e por estimular a irritabilidade, a agressividade e a fadiga ela tem que ser utilizada com muita cautela. Não é indicada para ambientes onde as pessoas ficarão por muito tempo. Em tons fortes pode tornar o ambiente claustrofóbico, o ideal é colocar o vermelho apenas em uma parede, quebrando-o com cores mais suaves ou apenas nos detalhes.

.

.

.

.

Azul – É uma cor que possui efeito calmante, mas ao mesmo tempo vitalizante e nos dá a sensação de um ambiente refrescante. O azul em tom mais pastel (exemplo azul bebê) acalma e aumenta o ambiente, pois reflete alta quantidade de luz; o azul em tom mais esverdeado alivia a tensão e o estresse; e em tons mais escuros e acinzentados podem causar introspecção e até a tristeza. É ideal para quartos e ambientes para relaxar, mas em excesso torna o ambiente frio e pode estimular a indiferença nas pessoas.

.

.

.

.

Verde – É a cor do equilíbrio, da estabilidade, da harmonia e tem efeito calmante e antiestressante, por isso nos relaxa. É difícil errar usando o verde, os tons mais claros favorecem a concentração e o relaxamento; já os tons mais escuros passam força e estabilidade. Mas como em todo excesso é preciso ter cuidado, muito verde pode tornar o ambiente monótono.

.

.

.

.

Laranja – Nos deixa alegre e passa uma sensação de bem estar, além de estimular a socialização, o divertimento e a criatividade. Inconscientemente faz com que nos lembremos de sabores agradáveis e nos abre o apetite, por isso é ótimo para ser usado em cozinhas e sala de jantar. No entanto, por ser uma cor contagiante e, principalmente quente é preciso tomar cuidado para não tornar o ambiente carregado se usado de maneira desequilibrada. Uma boa dica é usá-la apenas em uma das paredes e na decoração misturando-a com tons de marrom.

.

.

Deixe uma resposta